tempo de oportunidades

tempo de oportunidades

domingo, agosto 12, 2018

Os otimistas voam alto na fé

Sábado à noite na igreja do Ibes, Vila Velha-ES
Por Célio Barcellos

     Os pessimistas sempre existirão e procurarão minar as iniciativas. Pode parecer estranho, mas terá sempre os do contra em tudo o que se pretende fazer. Mas lembre-se que também haverá os que estarão vestindo a camisa contigo. Uma prova disso, foi o que aconteceu em 11/08/18, na Igreja Adventista do Ibes em Vila Velha-ES, quando em pleno sábado à noite, chuvoso, e ainda assim, pessoas compareceram para um culto especial.


Esse culto, idealizado pelo Departamento de Mordomia da Associação Sul Espírito Santense, liderado pelo Pastor Fernando Cunha (O departamento de mordomia na igreja Adventista é responsável pela parte espiritual das famílias da igreja), tem como objetivo capacitar pastores e líderes para um melhor envolvimento nesta importante semana de oração. E o desafio ainda é maior, pois todos os dias às 5:30 da manhã, na mesma igreja do Ibes, estará ocorrendo o culto do poder.

Momento do lava-pés entre pastores
    E neste domingo, bem cedinho (12/08), Pastores e líderes estiveram marcando presença. Foi muito oportuno ver a igreja e seus líderes clamarem pelo derramamento do poder do Espírito Santo sobre a vida da igreja. Enquanto todas as noites acontecerá nas várias igrejas de Vila Velha e Viana, pela manhã os pastores estarão envolvidos em oração. Devemos fazer à semelhança de Atos 2, por ocasião do pentecostes.

Pr. Moisés, presidente do Campo servindo na Santa Ceia
        A igreja precisa orar! E nesta Semana de Reavivamento é a oportunidade para fechar algumas brechas que andam causando prejuízos na vida das famílias dos filhos de Deus. Há Negligencias nos cultos da família  na guarda do sábado, no cuidado com a família, nas finanças e muitas outras brechas que precisam ser fechadas. 
Deus não quer cristãos habilitados somente a voos rasos, mas homens e mulheres que cavem fundo para buscar o tesouro e que também estejam dispostos a vorem bem alto, acima das nuvens, no topo da montanha, e não que somente fiquem na mediocridade do vale. Deus conta com homens e mulheres que sejam águias.

Pr. Jander e Pr. Fernando também servindo na Santa Ceia para os pastores
     Infelizmente, há dentro da igreja os que são contra tudo. Só reclamam, mas não mostram os resultados de sua reclamação. Vivem murmurando à semelhança de Tobias  e Sambalate (Neemias 4:1-9). Querem ver o circo pegar fogo. Ao invés de orarem e torcerem pela prosperidade do outro, procuram infernizar. 
Entretanto, Deus conta com pastores e líderes que deixem o pessimismo de lado e avancem. Se a igreja bem compreender, saberá que cada pastor, antes de tudo é um homem. E como homem, está sujeito a aflições e tentações do maligno. Tanto a igreja quanto os pastores precisam orar mais. Precisam do batismo diário do Espírito Santo.

Pastores hoje pela manhã na cerimônia da Santa Ceia
      É tempo de orar igreja! Aproveita essa Semana de Reavivamento para a busca do poder do alto. Como bem disse Ellen White: “A oração é a chave nas mãos da fé, para abrir os celeiros do Céu”. Vamos igreja! Não perca nenhum dia dessa abençoada semana! Que Deus te abençoe e te prospere! 

terça-feira, agosto 07, 2018

Feto, também é gente!

Arte retirada de rede social

Por Célio Barcellos

       Enquanto insistem em me eliminar, deveriam eliminar a sujeira dos seus corações. Se o problema é o estuprador, façam o seguinte: Castre o cara, mas deixe-me viver. Não tenho nenhum interesse em conhecê-lo ao sair daqui. Se a minha mãe, não conseguirá olhar para mim, por favor, me deem para alguém. Há muitas mulheres sem o dom da madre que daria tudo para que eu fosse gerado em seu ventre. Por favor! Me entregue para uma dessas, mas não me mate.
Se o problema foi a irresponsabilidade dos meus pais, que ao namorarem avançaram o sinal e agora querem me eliminar, quero dizer que eu não tenho nada a ver com a história. Ou melhor: agora tenho, pois estou aqui. Se me eliminarem, não resolverá o problema, pois outros virão e farão a mesma coisa, pois o problema está no coração maldoso, cheio de pecado.
Se acham que a vida só começa em tal período para favorecer o aborto, quero dizer o seguinte: eu posso até não entender de nada, mas acho que no momento em que o espermatozoide se juntou ao óvulo, creio que não embarcariam nessa viagem se não tivessem vida. Ah,! no momento em que o pênis e a vagina se degladiam, já existe vida, do contrário, não existiria o ato. A vida somos todos nós, incluindo eu, um estorvo para vocês. (Assista "O grito silencioso").
Alguns acham que a defesa da vida é fanatismo de religiosos. Mas acho que não. Pelo que ouço daqui de dentro, tem muitos médicos e especialistas que não admitem o assassinato, ainda que num feto como eu. Pergunto: E se achasse algo semelhante a mim, no planeta Marte, chamariam de vida ou de morte? De grande descoberta ou de um estorvo?
Engraçado! Não existe a pena de morte para criminosos que matam sem dó e piedade, mas para seres como "eu", indefesos, sim. Aos que defendem criminosos e os tratam como bebês, a ponto de levarem comidinha na boca, colchões novos, roupinhas lavadas, alguns com direito até a um tal de caviar. Eu os chamo de hipócritas! Por que um indefeso como “eu”, sou tão odiado? Querem me eliminar como um verme, e com o aval da justiça, dos homens da toga preta. Tenham paciência né! Ou melhor: Tenham misericórdia de mim!
É um contra-senso criticarem a ditadura e o nazismo. Como bem disse o Papa Francisco: “Aborto é nazismo com luvas brancas”. Se acham que as luvas não sujam as mãos, estão enganados, pois o ato da sucção uterina e mais o estraçalhamento do meu corpinho, fará com que Deus cobre de vocês. Afinal, foi Ele quem me criou.

Ah, estão rindo de mim né! Só porque eu mencionei que Deus criou. Pois é… prefiro essa humanidade na criação do que a maldade da sucção abortiva. Enquanto vocês decidem se devem ou não me assassinar, vou continuar a orar a Deus por proteção, afinal, “foi Ele quem formou o meu interior e me teceu no ventre de minha mãe”(Sl139:13). Uma pena que ela também não acredita nisso! 
       Desde já, agradeço a todos os que me defendem. O meu muito obrigado aos católicos, protestantes e ateus! Apesar de não me conhecerem, torcem por minha vida, ainda que em miniatura, ainda. 

segunda-feira, agosto 06, 2018

O monstro valentão


Por Célio Barcellos

Um machão, entupido de bomba
Agride a esposa, como um animal selvagem
Pontapés e socos de um insano covarde
Desacordada ela fica, em plena garagem.

Quem dera, Tatiane Spitzner se defendesse. 
Soubesse pelo menos Jiu-jitsu ou caratê
Para resistir com confiança
As brutalidades de um covarde ser

Como advogada, defendeu pessoas.
Mas como esposa, sofreu calada.
Aguardou esperançosa, a mudança de alguém
Que na realidade, não valia nada

Mesmo que do alto, não a tenha atirado 
Ainda assim, é um tremendo culpado.
As agressões e quem sabe os cortes,
A fez buscar refúgio, na própria morte

Num País de instâncias em que bandido tem vez
Logo logo, se é que for preso, estará livre outra vez
Mas, se porventura, for ao xilindró
Encontrará marmanjos, que baterão sem dó.

E agora? 
Resta aos pais chorarem e os parentes lamentarem.
Não terão a Taty de volta, mas esperam algo acontecer.
Pois o fortão testosterona, cheio de banca e valentia
Em momento sofrerá, os efeitos, da covardia. 

sábado, agosto 04, 2018

Celebração em Pequenos Grupos

Pr. Fernando Júnior, Diretor de Ministério Pessoal e Escola Sabatina (MPES) da ASES no Distrito do Pr. José Elpídio 

Por Célio Barcellos

Todo primeiro sábado de agosto, já faz parte do calendário da Divisão Sul Americana  - DSA (Entidade que administra a Igreja Adventista do Sétimo Dia na América do Sul) como o dia separado para a  “Multiplicação dos Pequenos Grupos” (também conhecido em outras comunidades cristãs como Células). É o momento em que os diversos Pequeno Grupos ou Células espalhados por todo o seu território composto por oito (8) países sul americanos, se envolvem em Celebração, Testemunhos, Músicas e Batismos.


Pr. Moisés Júnior, presidente da ASES, sua esposa Rosangela, marcando presença no Distrito  do colega Enio Rocha


E não foi diferente o que aconteceu na data de (04/08/18), em todo o território da (DSA), especialmente no território da Associação Sul Espírito Santense (ASES - entidade mantenedora da Igreja Adventista para o Sul do Estado do Espírito Santo), quando todos os Distritos pastorais estiveram envolvidos nesse processo tão importante para o cumprimento da Missão. 

No Distrito de Cobilândia, onde lidero, tivemos a presença de Pequenos Grupos, alguns ainda embrionários, mas com bastante entusiasmos. Foi maravilhoso, ver crianças, jovens e adultos participarem de algo tão especial. A igreja de Cobilândia ficou contagiada e colorida com a presença dos participantes.

Se você que está lendo esse texto e ainda não experimentou a sensação desse entusiasmo, não fique de fora. Se envolva o quanto antes nessa benção! Se porventura, deixou de ir em função de compromissos, te aconselho, a deixar separado essa data, pois todos os anos irá acontecer. Não marque nada nesse dia! Esse deve ser um dia para celebrarmos as bençãos e vibrarmos com elas.
Rodrigo - discipulado pelo Pr. Enio Rocha no Ibes e agora coordenador  em Cobilândia
Tivemos dois testemunhos muito bonitos. O primeiro foi o da Maria, que estava afastada há muito tempo da igreja e por intermédio do convite da irmã Ana Sara de Jardim Marilândia, começou a frequentar o Pequeno Grupo “Entre Amigos” e em breve será batizada. O outro, foi o do jovem Rafael, que vivia num mundo totalmente obscuro e a partir do Pequeno Grupo "Kadosh" começou a frequentar a igreja e recentemente passou pelo batismo. 
PG Kadosh, liderado pelo Rodrigo, já levou 4 pessoas ao batismo esse ano. É de Sotelândia e encenou a peça - A Pesca Milagrosa.
   Pois é…se envolva o quanto antes! Afinal, quem deu a ordem para o trabalho foi Cristo, e Ele tem pressa para finalizar a Obra (Mt28:18-20). Lembre-se que juntos podemos mais. 

ARTIGOS ESPECIAIS -:)