tempo de oportunidades

tempo de oportunidades

sexta-feira, maio 17, 2019

Filled Under:

Sebastião Marques - colportor especializado


Por Célio Barcellos

Nas horas matinais desta sexta feira (17), recebi a triste notícia do falecimento do excepcional Colportor Sebastião Marques. A informação dada pelo Pr. Edson Loura no grupo do Mestrado em Teologia, realmente nos pegou de surpresa, uma vez que o valente Sebastião era conhecido nacionalmente. Na realidade, ele estudou para colportar! Chegou a dar cursos contra o tabagismo no exterior.
Pelo que tenho conhecimento, o Sebastião Marques foi o pioneiro a abrir empresas para colportar. Ainda me lembro da primeira vez em que participei de um treinamento para colportores no Centro de Treinamento Adventista (CATRES/Guarapari-ES) e lá estava o Sebastião Marques a convite da então União Este Brasileira (UEB), atualmente USeB, falando para colportores que desejassem trabalhar com empresas.
Me lembro de alguns detalhes daquela aula. Ele iniciou a sua fala com um limão na mão e disse que com aquele fruto, ganhava o auditório. O Sebastião Marques se preparou para a colportagem! Alguém certa feita chegou para ele e disse: “Você é enfermeiro e fracassou. Fez direito e fracassou. Você é um simples colportor". Ele simplesmente respondeu: “Antes de tudo isso que você falou, eu ja era Colportor”. 
O Sebastião Marques se preparou para a colportagem! Ele era técnico em enfermagem e com os conhecimentos técnicos e habilidades adquiridas, iniciou abrindo pequenas empresas e bancos. Decidiu cursar duas faculdades simultaneamente. Direito à noite e a outra que não me recordo, pela manhã. No período da tarde, colportava para custear os estudos.
Ou seja: Sebastião Marques era um colportor especializado. A quantidade de livros que vendia, era preciso um transporte especial para a entrega. À época da sua fala em Guarapari, nos idos dos anos 90, ele mencionou duas grandes empresas que teve acesso e grande êxito. O grupo Randon, ligado a transportes rodoviário por todo o País e o grupo Votorantin, ligado a celulose e papel. Na ocasião tratou diretamente com Antônio Ermírio de Moraes, então presidente da Votorantin.
Para aqueles que olham a colportagem como algo extremamente negativo, eis o exemplo de um homem que venceu todos os obstáculos e se tornou um bem sucedido colportor. Não vou nem descrever a riqueza material adquirida por esse homem, pois como colportor ele foi muito bem sucedido financeiramente. 
No entanto, quero destacar a riqueza espiritual e familiar desse gigante da colportagem. Natural do Rio de Janeiro e casado com Terezinha Marques, eles tiveram três filhos e ambos estão na igreja. Adriene Köhler, é casada com o Pr. Erton Köhler, atual presidente da Divisão Sul Americana (DSA); Daiene Marques, esposa de médico obreiro e Harrison Marques, membro ativo na igreja Central do Rio de Janeiro.
Pois é… findou-se a carreira do “bravo colportor” Sebastião Marques. Porém, a ESPERANÇA maior está no porvir, quando o Senhor Jesus Cristo apontar nas nuvens dos Céu e chamar todos os redimidos pelo nome (ITs 4:13-18). Sem contar a quantidade de pessoas alcançadas pelas literaturas espalhadas por esse gigante da colportagem.
Que Deus conforte a todos da família do Sebastião Marques! Que mais jovens se espelhem na vida desse homem e acreditem no Ministério da Página Impressa. Afinal, esse ministério é de Deus e não de homens. Atenção colportores! Sejam valentes como o Sebastião Marques.
Maranatha! 

3 comentários:

  1. Um professor que deixará saudades!! Que Deus conforte os corações de toda família.

    ResponderExcluir
  2. Meus sentimentos a toda familhia! Descanse em.paz, seu Sebastião Marques, sempre vou lembrar do senhor com muito carinho. Em 3 mesestrabalhando em sua casa, tive o prazer de conhecê um servo do senhor tão amado e querido por todos. Quê Deus envie seus anjos pra consolar e confortar toda familhia. 😥

    ResponderExcluir
  3. Elsi koehler, que Deus conforye a família de Sebastião Marques

    ResponderExcluir