tempo de oportunidades

tempo de oportunidades

sexta-feira, maio 22, 2020

Filled Under:

A fome não entra em quarentena


Por Célio Barcellos
    Em virtude da pandemia, os 60 dias de confinamento tem gerado na população brasileira muita ansiedade e desespero. Especialmente por presenciar no noticiário a indesejável contaminação e as muitas mortes de compatriotas. As incertezas quanto ao futuro aumentam ainda mais devido a forte polarização política e da iminente recessão provocada pelo fechamento de empresas e aumento no desemprego.
Pois bem, mesmo diante de tamanho tumulto, muita gente não parou. Assistimos ao envolvimento de verdadeiro heroísmo dos profissionais da saúde, pessoal da limpeza dos hospitais, laboratórios, socorristas, garis, agricultura e tantos outros. Somando a estes, e de forma voluntária, vimos Igrejas, ONGs, empresas e bancos envolvidos em projetos sociais de amparo aos necessitados. 

Particularmente, moro na cidade de Pirassununga/SP onde atuo como pastor. Desde o inicio da quarentena e seguindo as recomendações de cuidados, a igreja tem atuado com a Ação Solidária Adventista (ASA). Em parceria com o Supermercado Covabra e sob o apoio dos gerentes: Renato Oliveira e Alex Barros, todos os sábados, uma equipe da ASA formada por voluntários dos dois Distritos pastorais, está à porta desse distinto estabelecimento, recebendo alimentos e em troca doa máscaras protetoras para auxiliar na proteção das pessoas. Além da generosidade, o próprio Supermercado se encarregou de anunciar na rádio local.

Em Porto Ferreira/SP, sob o comando de Leila Barros, a ASA tem feito o melhor dentro da sua realidade. Somando aos esforços dos voluntários, o SICOOBCREDIÇUCAR, doou uma quantidade de cestas básicas para que a ASA local distribuísse. As três Agências da Cooperativa na cidade e as das localidades de Palmeiras e Vargem, se empenharam numa campanha de arrecadação visando o atual momento difícil. No projeto Live do Bem, funcionários das agências arrecadaram 17 toneladas. 


Guilherme Bortolucci, Ger. SICOOB; Vanessa Cerencovich, Caixa, Larissa Marin, Ger. Relacionamento, Célio  Barcellos, pastor e Maciel Barros, voluntário ASA.
Já na cidade de Descalvado, a ASA local, sob a liderança de Carol Giacomelli, está distribuindo 160 marmitex diariamente.  Esses marmitex são preparados pelo SESI, que à semelhança do SICOOB convidou entidades sociais para ajudar na distribuição. Pela tamanha necessidade do local e o apelo de Carol Giacomelli, a ASA Pirassununga, sob a  responsabilidade de Dauzir Sunderfield e Nice Lopes, doou mais 18 cestas básicas para auxiliar em Descalvado. 

É isso! Apesar de muita gente estar em casa, outro tanto de pessoas escolheu correr riscos ao trabalhar voluntariamente pelo social. São pessoas que emprestaram a sua imagem; que tiraram do próprio bolso; que separaram tempo e recursos para auxiliar os desfavorecidos. Muitas delas estão em casa, por fazerem parte do grupo de risco, mas não pararam de ajudar, mesmo numa máquina de costuras ou numa LIVE, decidiram fazer a diferença. 
Marisa e Michele, ambas de Porto Ferreira auxiliam na produção de máscaras e viajam até Pirassununga para ajudar na arrecadação de alimentos e distribuição das máscaras. 
Assim, mesmo que no Brasil, haja muita gente brigando e compartilhando notícias ruins, há também neste mesmo Brasil, pessoas e empresas voluntárias que torcem pelos brasileiros. E a melhor coisa a ser feita em momento como esse é se compadecer das pessoas. E ao fazer isso, você não estará fazendo a obra de qualquer um, mas a do próprio Cristo, pois o mesmo tinha irrestrita compaixão do ser humano (Mateus 9:36).

#APaC #UCB #ASA #Covabra #SicoobCrediçucar #SesiSP #voluntariado  

Ob.: Se você puder doar matéria prima para a confecção das máscaras ou alimentos, a ASA  Pirassununga agradece, pois conta com o trabalho de pessoas voluntárias. O tecido precisa ser "TRICOLINE de ALGODÃO". Qualquer coisa entre em contato com Nice Lopes: (19) 99730-2793 ou regional Carol Godoi (19) 98815-2039
 

0 comentários:

Postar um comentário