tempo de oportunidades

tempo de oportunidades

quinta-feira, janeiro 02, 2020

Filled Under:

Dilacerado pelos cães


Por Célio Barcellos

Os cães famintos e ferozes sem piedade atacaram;
Três meninos indefesos, que alegres pipapiavam.
Com carretéis soltando linhas, as altas nuvens miravam,
Na brincadeira de crianças, simplesmente imaginavam:

Voar como pássaros e à semelhança da pipa, empinar;
Como bons e velhos amigos, simplesmente se alegrar.
Porém a pipa deu revés e no terreno maldito caiu,
E a indefesa criança, na boca das feras sumiu.

Foi cruel! Muito cruel o que as feras fizeram ao Luiz.
Cruel! Muito cruel o que os ladras fazem aos Luizes.
Como cães famintos os dilaceram em pleno ar,
Massacram o pobre e os sufocam até matar.

Matar de fome, de sede e da falta de oportunidades;
Com os desvios do dinheiro, causam severas disparidades.
Os poderes são cães ferozes e sempre muito famintos,
Cercados se distraem nos luxuosos labirintos.

Os cães humanos e famintos, são também insaciáveis; 
Tão covardes nas ações e só atacam os miseráveis. 
Tem outros cães que atacam a fé e a sinceridade do irmão,
Recebem a ofensiva de alguém, revoltado e não cristão.

Respeito e liberdade são vias de mão duplas. 
Sorrimos como crianças e arremessamos catapultas.
Na intenção de espantar os cães, 
Para libertar os Luizes indefesos, dos ladras e dos ladrões. 



12 comentários:

  1. Realmente, reflete a nossa realidade. Estamos cercados por cães ferozes.

    ResponderExcluir
  2. Todos somos sabedores dessa triste realidade, mas ainda não se levantou alguém de poder em suas mãos, sem necessidade de enriquecimento ilícito, de tamanha inteligência (porque é preciso), que esteja a fim de por um ponto final nisso que chamam de vida política. Penso que esse dia não chegará. Difícil, diria, impossível, mudar um sistema totalmente errado, há muito tempo se errando, já virou regra, já virou "lei". E nós, pequenos mortais, assistimos atônitos, sabendo da nossa força, porém sem sabedoria para tal coisa, sem alguém "humano", e "capaz", que nos represente.
    Portanto nos resta esperar somente em DEUS, aguardando por sua misericórdia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade! infelizmente a situação só se agrava. Mas confiemos em Deus.
      Obrigado pela apreciação.

      Excluir
    2. Só ELE mesmo!
      Tenho vergonha de fazer parte disso tudo de uma maneira tão passiva.

      Silvia Vasconcelos Bastos de Castro

      Excluir
    3. Foi um prazer!!
      Gostei muito do texto.

      Excluir
  3. Esse seu don eu não conhecia, parabéns, e parabéns também para o seu filho, é simplesmente um artista.

    ResponderExcluir
  4. Belíssimo Poema!! Nele você discorre de uma forma poética a dura realidade que o nosso país está vivendo. E eu me pergunto, o que faço para conscientizar estes cães Des - humanos para nos deixar soltar as nossas Pipas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente a situação é desagradável e até perigosa. Obrigado por sua apreciação!

      Excluir