tempo de oportunidades

tempo de oportunidades

sexta-feira, setembro 29, 2017

Filled Under:

Deus criou perfeito, tudo belo!




Por Célio Barcellos

Quão bom seria se vivêssemos a vida idealizada no Eden. Se tão somente pudéssemos pensar e fazer coisas boas. Que a vida pudesse ser a vida. Que o masculino e feminino pudessem ser o sexo que a biologia propõe. Que o nu não fosse artististico, mas o nu puro e sem maldades.
Que a verdadeira arte respeitasse as pessoas e seus valores. Que o sagrado fosse pintado com respeito e santidade. Que o homem fosse homem e mulher fosse mulher. Que animais fossem animais e não objetos de perversões sexuais. Que as crianças fossem crianças e pudessem livremente andar, sem medo, sem temor, sem riscos de serem molestadas e abusadas.
Parece utopia, mas aguardo esse dia!  Quando de fato viveremos a homeostase que tanto ansiamos. As pessoas poderão plantar com a certeza de que outros não usurparão. Poderão construir com a certeza de que habitarão em suas casas. Não haverá roubos e assassinatos, pois nesse lugar nem morte e cadeia haverão (Is66:22-25). 
Os animais serão tão dóceis, que o lobo e cordeiro juntos pastarão; o leão e o boi comerão no mesmo prato; até mesmo a serpente, tão sagaz e perigosa, não esboçará perigo algum. Esse é o lugar que o homem sempre sonhou, mas que o pecado se encarregou de impedir sua realidade.
Ao longo da história da terra, apesar dos esforços, o homem não conseguiu ser o "deus" que ansiou. Nos embates com o divino, achou que levaria a melhor. Cada vez que tentava desqualificar quem o criou, mais se enrolava em suas fragilidades e transitoriedade.  
Dentre todas as controvérsias, surge o naturalismo que se opôs à criação a ponto de formar seguidores de uma religião cega e que se dispunha a eliminar qualquer um que tente desafiar sua nomenclatura. Também o humanismo com o seu existencialismo tratou de culpar o cristianismo como o responsável por tudo de ruim, inclusive a moralidade, que incomoda. São tantas as controvérsias que não se podem nem contar...
É isso ai! Enquanto o mundo ideal não chega, procuremos fazer o melhor que pudermos. Seja na escola, na rua, no trabalho, na igreja ou num voluntariado, façamos o melhor para Deus e para as pessoas. Tenhamos a consciência de que mesmo num mundo imperfeito, estamos inseridos no mesmo para a prática do bem e não do mal.
Portanto, se você é um cristão que acredita e anseia num mundo restaurado por Deus, continue a desenvolver a sua arte, sua ciência e tudo mais nessa vida com toda decência, ordem, respeito e muita responsabilidade para não ferir ou agredir quaisquer pessoa em suas crenças e seus valores. Você não tem o direito de agredir, nem em nome da arte, nem em nome da ciência ou muito menos em nome de Deus.

0 comentários:

Postar um comentário