tempo de oportunidades

tempo de oportunidades

sexta-feira, setembro 23, 2016

Filled Under:

Oremos mais!

 

Nesse mundo tão hostil, torna-se imprescindível desenlvover o hábito de orar. São muitos os infortúnios e tragédias que nem imaginamos. Na última terça, (21), véspera da Primavera, percebi um mundo sobrio ao invés de florido para algumas pessoas. Ao ir em (Vila Velha-ES), realizar duas visitas em hospitais, vi o choro de uma senhora que retornava da UTI. Aproximei-me e ao aborda-la, ela disse o seguinte: "É minha sobrinha, de 42 anos. Em função de antibióticos, foi preciso amputar as duas pernas e está toda inchada. Acabaram de levá-la para o Centro Cirúrgico, onde irão ter de amputar os dois braços. Ela já se encontra internada há um mês. O problema é que a sua mãe tem Alzheimer e é totalmente dependente dela".
 
Em seguida, eu estava em direção a um cartório, no bairro de Laranjeiras, Serra-ES; onde levaria alguém para se casar. Instantaneamente, me deparei com uma irmã, que em lágrimas contou-me de suas aflições. Ali, naquela rua movimentada, o que deu para fazer naquele momento, foi orar - independente dos transeuntes daquela via. Aproveitei a companhia da irmã Rodinea e oramos juntos.
Hoje, 23 de setembro, quando resolvo publicar esse texto, recebi mais um pedido para orar por alguém. Era uma jovem clamando por sua irmã que, novamente foi hospitalizada para guerrear contra um câncer que insiste em querer destruí-la.
 
Assim, é certo que não iremos resolver os problemas de todas as pessoas, mas poderemos nos compadecer das mesmas, orando e direcionando-as para uma perspectiva de vida melhor. Portanto, ao invés de perdermos tempo, falando mal uns dos outros, oremos mais uns pelos outros, pois a qualquer momento, poderemos carecer da ajuda de quem falamos.
 

Célio Barcellos/pastor




0 comentários:

Postar um comentário