tempo de oportunidades

tempo de oportunidades

domingo, maio 29, 2016

Filled Under:

Amigo fiél



"Amigo é coisa pra se guardar, do lado esquerdo do peito, dentro do coração..." Milton Nascimento

Waldyr Rangel da Vitória ou simplesmente irmão Waldyr. Homem simples, pacato, mas muito correto e comprometido com as suas obrigações. Na liberdade que tínhamos, eu o chamava de koreano, pois possuía traços de um asiático.

Porém, era brasileiro nato, capixaba, natural de Goiabeiras. Foi funcionário público e até jogador profissional. Pela CEUNES, disputou 2 campeonatos capixaba. Todos os domingos, jogava futebol com os amigos de longa data, onde era conhecido como Didi.

Particularmente, eu o tinha como amigo. A despeito dos seus 9 anos na fé, juntamente com a sua esposa (Carminha) fazia toda a diferença.

Dava um banho de cristianismo e adventismo em muita gente antiga de igreja. Era sempre prestativo e envolvido na missão. Minha filhinha o chamava de "vovô Waldyr".

final do culto fúnebre na Central de Carapina
Tudo o que precisei, nunca me disse não. Algumas vezes me levou em casa, quando sem carro eu estava. Quando eu viajei, juntamente com a sua esposa prestou assistência à minha família, sem que eu pedisse.

 Por voluntariedade, ligava o "ar" duas horas antes, para que o ambiente ficasse o mais agradável possível. Era extremamente organizado com as finanças própria e as da igreja.

Respeitava o ministério e a figura pastoral. Sem palavras! Waldyr Rangel para mim, era um homem de Deus.

Pr. Célio Barcellos

0 comentários:

Postar um comentário