tempo de oportunidades

tempo de oportunidades

domingo, fevereiro 14, 2016

Filled Under:

Comunidades que aquecem


Por Célio Barcellos

Nesse sábado, 13 de fevereiro, às 16:00 na Igreja de Jardim Carapina, ocorreu a tão aguardada multiplicação dos Pequenos Grupos. A princípio, seria apenas uma, mas ao final, ocorreram duas, surgindo dois novos Pequenos Grupos.

Desde o ano passado, quando foi dado início para fazer de Jardim Carapina uma Igreja em Pequenos Grupos, não foi nada fácil. O protótipo de líderes começou bem, porém, alguns arrefeceram a ponto de não mais frequentarem as reuniões. Os valentes que ali ficaram, abriram seus PGs. Inicialmente foram 02 (dois),  e  hoje pela Graça de Deus temos 04 (quatro) em funcionamento, com a possibilidade de novas multiplicações.

Não tenho dúvidas de que Deus fará prosperar as comunidades relacionais de Jardim Carapina bem como nas demais igrejas do Distrito. Confesso que não é nada fácil criar e manter uma rede de Pequenos Grupos, mas é totalmente recompensador. Como bem disse Ellen White: "A formação de pequenos grupos como base de esforço cristão, foi-me apresentada por Aquele que não pode errar." Testemunhos Seletos, 3:84.

Não é o objetivo aqui discutir a questão teológica dos Pequenso Grupos, mas tão somente enfatizar o resultado prático experimentado por uma igreja em comunidade. Até porque, a Bíblia mostra a necessidade constante de comunhão, relacionamento e missão e esses itens, podem muito bem ser desenvolvidos nas células intencionais que a própria igreja vê a necessidade de existir.

No primeiro semestre de 2015, a Igreja de Jardim Carapina sentiu a necessidade de mais renovação espíritual e envolvimento missional. Até o mês de abril, ela havia alcançado 9 pessoas para o Reino, a partir de julho, com o engajamento dos Pequenos Grupos, Duplas Missionárias e Semanas de Colheita ela batizou 18, chegando ao total de 27 pessoas salvas para o Reino de Deus.

Percebo a empolgação da igreja e o envolvimento de todos. Ela já possui Pequenos Grupos de adultos, jovens e adolescentes. Tudo isso é possível, graças ao poder do Espírito Santo, o apoio dos anciãos e líderes. Até mesmo os cultos jovens, sob a liderança da jovem Camila tem sido animados e maravilhosos.

Quero de coração agradecer ao Senhor Deus, ao Pr. Antonio Junio que tem transmitido a filosofia dos PGs, a AES pelo suporte para a criação e manutenção, aos aniciãos Admilson, Paulo, Maycon e Willis; todos os líderes de departamentos, incluindo a incasável irmã Vera - mulher de oração e de trabalhos incasáveis; também menciono a Lúcia, atual coordenadora dos Pequenos Grupos e toda a igreja de Jardim Carapina.

Que Deus abençoes a todos vocês! Em 2016, o Senhor realizará proezas.

0 comentários:

Postar um comentário